Gestão de Mudanças

Perguntas que Colaboradores Fazem em Mudanças

As 10 Perguntas que colaboradores fazem em processos de mudanças

Gerenciar e dar suporte para colaboradores durante um processo de mudança são atividades primordiais para o sucesso do seu projeto ou iniciativa. Para isso, equipar seus líderes com as ferramentas certas é igualmente importante. Os planos de treinamento e as comunicações podem fazer com que você se mova na direção certa, mas estar preparado para as perguntas mais comuns dos colaboradores dará a seus gerentes mais tranquilidade.

Abaixo estão as dez perguntas mais frequentes que eles fazem, segundo o Guia de Sobrevivência para Empregados em um Contexto de Mudança, livro desenvolvido pela Prosci.

  • Por que a mudança está acontecendo agora?
  • Qual o risco de não mudar?
  • Por que a pressa?
  • Se eu esperar tempo suficiente, a mudança pode deixar de acontecer?
  • O que a mudança significará para mim?
  • Quais são as minhas opções?
  • Quais são os benefícios de apoiar a mudança?
  • E se eu não concordar com a mudança?
  • E se a empresa já tiver tentado antes e falhou?
  • E se eu for forçado a fazer mais recebendo o mesmo salário?

As10 perguntas mais frequentes sobre gestão de mudanças e suas respostas

As perguntas e respostas a seguir representam a base para aquela esperada conversa entre líder e colaborador. Cada resposta é mais eficiente e poderosa quando os gestores a combinam com as informações específicas da empresa em relação à mudança – em outras palavras, personalizando a resposta de acordo com a organização.

As perguntas e respostas são parte de uma construção de consciência nos colaboradores.

A falta de consciência é frequentemente a causa número um da resistência das pessoas, mesmo sendo o ponto mais fácil de corrigir.

Responder essas questões permite que os colaboradores descubram:

  • Por que a mudança está acontecendo?
  • O que eu ganho com essa mudança?

Pode ser que seja necessário mais do que uma pergunta para esclarecer tudo o que se passa na cabeça da pessoa e ainda certamente cada um deles terá variações únicas, mas as respostas a seguir servirão de referência para que você possa construir consciência na sua equipe.

1. Por que a mudança está acontecendo agora?

Pode ser que você sinta que a mudança está acontecendo de maneira abrupta e está apontando diretamente para você. Na realidade, a maioria das mudanças começa fora da empresa, com meses ou até anos de antecedência. Segundo pesquisas, a maioria das mudanças ocorre em reação à mudança do mercado externo.

Essas mudanças do mercado externo podem resultar em:

  • Perda de participação no mercado (sua empresa está perdendo dinheiro)
  • Novas ofertas ou capacidades de concorrentes (eles estão criando novos negócios mais rápido que você)
  • Preços mais baixos (os custos deles são menores, resultando em melhores preços para os consumidores)
  • Uma nova oportunidade de negócio para crescimento

Os direcionadores externos de negócios tomam certo tempo para entrarem em ação. Se eles já atingiram os colaboradores da sua organização, a mudança é necessária imediatamente. Em alguns casos já é muito tarde – a mudança interna deveria ter se iniciado há muito tempo.

2. Qual o risco de não mudar?

Quando as mudanças do mercado externo se tornam aparentes dentro da organização, os gestores subitamente percebem os riscos de não mudar.

Para a organização, o risco de não mudar pode significar:

  • Perda de pessoas (até a nível executivo)
  • Falha no mercado
  • Falência ou perda de faturamento

Para os colaboradores, o risco de não mudar pode significar:

  • Insatisfação com o emprego
  • Menor quantidade de oportunidades de promoção
  • Menor segurança do emprego a longo prazo
  • Perda de emprego imediata

 3. Por que a pressa?

Os colaboradores geralmente descobrem o que está acontecendo somente depois do fato já ter acontecido. Nem sempre as organizações compartilham as informações financeiras ou falam sobre os problemas de má performance. Então, quando a mudança é necessária de forma rápida, os colaboradores são pegos de surpresa.

Por um lado, neste caso as empresas estão tentando implementar a mudança o mais rápido possível. Por outro lado, as pessoas estão sempre um passo atrás tentando entender o que está acontecendo, por que e como eles serão impactados.

Infelizmente, para a organização, a maioria dos colaboradores não está com nenhuma pressa para mudar. Na verdade, muitos não sabem nem por que a mudança é necessária. Forçar as pessoas a mudar sem nenhuma consciência ou entendimento das razões de negócio pode ser muito similar a empurrar um grande bloco de gelatina – você pode até gerar impacto, mas não terá resultados.

Quando essa força é removida, tudo volta a ser exatamente como antes.

4. Se eu esperar tempo suficiente, a mudança pode deixar de acontecer?

Se o sucesso financeiro da organização depende da mudança, então você deve saber que a mudança vai acontecer com ou sem você. Esperar não irá mudar nada.

Na maioria dos casos a empresa vai mudar – mesmo enfrentando a resistência dos colaboradores – especialmente se o sucesso financeiro estiver em jogo.

Isso não quer dizer que será ruim para você. No final, muitas mudanças fornecem resultados positivos para as pessoas, como melhores ferramentas, processos, maior segurança e novas oportunidades de carreira.

5O que a mudança significará para mim?

Mudança em uma organização pode incluir:

  • Novas maneiras de fazer o trabalho
  • Novos sistemas ou ferramentas
  • Nova estrutura de report
  • Novas funções
  • Novos produtos ou serviços
  • Novos mercados ou localizações geográficas

Como a mudança irá me impactar?

Isso depende do seu atual emprego, da extensão da mudança e das escolhas que fizer em resposta à ela.

Em pequenas mudanças, você pode não sofrer nenhum impacto. Nas maiores, pode ser que você tenha que executar uma nova função, utilizar novas ferramentas ou responder para um novo líder. No caso de mudanças radicais na empresa, alguns empregados podem ter que trabalhar em outros departamentos ou mesmo mudar para outras unidades.

Quando a mudança é implementada, cada pessoa é impactada diferentemente. No final, a maneira como você reage à mudança é o que vai dizer como ela te impactará.

A boa notícia é: o impacto real da mudança em você está diretamente relacionado com como você reage a ela.

Em outras palavras, você está no controle de como responder à mudança. Ainda melhor, como a organização enxerga você e seu futuro papel pode depender das suas reações e escolhas.

6. Quais são as minhas opções?

As opções de resposta que você tem disponíveis dependem do momento da mudança pela qual a sua empresa está passando. Pense na mudança nestes seguintes períodos:

  • Quando a mudança acabou de ser anunciada, mas antes de ser implementada
  • Durante o processo de mudança: quando a nova solução está sendo implementada
  • Depois da mudança já realizada: após a implementação da solução

As suas escolhas e suas consequências dependem da fase da mudança que você está vivenciando. Em alguns casos a sua escolha pode ter efeito negativo. Podem ser ruins para você e para a organização. Outras escolhas te beneficiarão e aumentarão sua capacidade de prosperar em uma organização em constantes mudanças.

 7Quais são os benefícios de apoiar a mudança?

Os benefícios de apoiar a mudança, especialmente aquelas mais críticas para o sucesso da organização, incluem:

  • Mais respeito e reputação na empresa
  • Novas oportunidades de crescimento profissional
  • Maior satisfação no trabalho (saber que você está contribuindo positivamente responde eficientemente a um mercado em constante mudança)
  • Aumento da segurança de seu trabalho

8. E se eu não concordar com a mudança? E se eu sentir que a empresa está consertando o problema errado?

Seja paciente. Mantenha a mente aberta. Garanta que de fato entende as razões da mudança. No entanto, não tenha medo de se pronunciar caso tenha alguma opinião, mesmo que seja divergente. Caso você esteja certo, eles entenderão e você terá contribuído para uma mudança melhor direcionada. Apenas tome precauções, como abordar a pessoa correta de maneira apropriada.

9. E se a empresa já tiver tentado antes e falhou?

Pode ser que a história da sua organização inclua uma série de projetos falhos de mudança. Se os colaboradores estão acostumados com a falha, a empresa vai encontrar um grande desafio para apagar esse passado obscuro. Para que as organizações sejam bem-sucedidas, todos devem estar preparados para aceitar o passado como história e se concentrar no que está por vir.

10. E se eu for forçado a fazer mais recebendo o mesmo salário?

Quando uma empresa está passando por uma mudança, normalmente são estabelecidos novos processos, sistemas ou competências. O seu papel no ambiente de mudança pode incluir o aprendizado de um novo processo, desenvolvimento de nova competência, etc. De fato, pode ser que as suas responsabilidades mudem.

Para a maneira antiga de fazer as suas atividades, a remuneração pode realmente diminuir à medida que o valor desse trabalho para a organização diminui. No entanto, a remuneração por novos trabalhos pode aumentar à medida que o valor de novos serviços e produtos aumenta.

Esta é uma parte da mudança!

 

Deixe um comentário