Gerenciando a Mudança para o Agile

Tempo de leitura: 7 minutos

Atualmente, as organizações estão implantando métodos e mentalidades ágeis e usando o desenvolvimento iterativo para aumentar o alinhamento entre as necessidades do cliente, a velocidade da geração de valor e reduzir o risco durante o ciclo de vida dos projetos. No entanto, mudar as abordagens tradicionais para ágeis é uma mudança em si, que deve ser gerenciada com eficiência. A transição para o Agile pode ser afetada por obstáculos, se não for gerenciada intencionalmente. É preciso mais do que uma diretriz ou contratação de coaches ágeis. Adotar sistematicamente o Agile em toda a organização exige estrutura e intenção.

À medida que mais organizações enfrentam o desafio de dar vida à mentalidade e à cultura Agile com a implantação de métodos e ferramentas, a Gestão de Mudanças desempenhará um papel fundamental. A Prosci realizou uma pesquisa focada em insights e orientações para ajudar as organizações que iniciaram essa transformação. Você pode ter acesso ao resultado da pesquisa com o relatório de Gestão de Mudanças e Agile: A Interseção do Lado Humano da Mudança e os Processos de Desenvolvimento Agile.

Uma parte do relatório explora como gerenciar efetivamente as pessoas ao mover dos métodos tradicionais PARA Agile – a introdução sistêmica do Ágil como uma abordagem chamada também de “Transformação Agile”. A outra parte do relatório explora como adaptar e ajustar a prática da Gestão de Mudanças EM UM projeto usando Agile .

Este texto compartilha alguns destaques da pesquisa sobre a gestão eficaz do lado humano da mudança e como promover adoção quando se muda do modelo “tradicional” para PARA Agile.

MOTIVAÇÃO PARA ATUAR EM AGILE

“Reconhecimento de que algo precisava mudar. Os projetos estão demorando demais (de ponta a ponta), as entregas não estão atendendo às expectativas do cliente e o relacionamento (negócios versus TI) é tenso ”.

Os participantes da pesquisa identificaram três principais motivações para adotar sistematicamente o Agile como uma abordagem corporativa:

  1. Aumentar a velocidade de entrega
  2. Garantir a satisfação do cliente
  3. Otimizar eficiência e flexibilidade

A motivação para adotar o Agile sistemicamente desempenha um papel fundamental na criação de compromisso e adoção em toda a organização. Isso deve ser compartilhado de forma ampla e não apenas realizada com um grupo seleto. Os líderes precisam responder para os empregados impactados as perguntas-chaves relacionadas ao motivo, por que agora e se não fizermos. Alinhar a expectativa de que cada pessoa terá um novo papel em relação à mudança é fundamental e compartilhar a motivação para o Agile é a chave.

“O principal objetivo é garantir que construamos a solução certa com a arquitetura certa e em conformidade com os requisitos comerciais acordados e validados. Para ter sucesso, precisamos entender as necessidades em detalhes, o que significa que o negócio está altamente envolvido desde o início e durante todo o ciclo de vida de desenvolvimento. Por ter validações frequentes, captamos mais feedback que antes. ”

ESTRUTURA

A implantação de um novo sistema para mudança – seja Agile, Lean Six Sigma, qualidade total, gerenciamento de portfólio ou até mesmo Gestão de Mudanças – exige esforço e energia. A Prosci perguntou aos participantes do estudo questões relacionadas ao patrocínio, ao lado técnico e ao lado humano da estruturação da Transformação Ágil.

Quase três quartos dos entrevistados relataram ter um patrocinador da transição para o Agile. Os entrevistados relataram os mais comuns como: Vice-Presidente ou Vice-Presidente Executivo, Diretor de Informações (CIO) ou nível de diretoria. Pouco menos da metade (44%) informou ter um projeto formal da transição para o ágil e 44% também relatou ter uma equipe de projeto dedicada.

Os números caem significativamente quando se trata da estrutura de Gestão de Mudanças para suportar o movimento para o Agile: 29% com recursos de Gestão de Mudanças, 25% com um plano de Gestão de Mudanças e 23% com um orçamento dedicado de Gestão de Mudanças.

Para que as Transformações Ágeis sejam bem-sucedidas, elas precisam da seguinte estrutura: orientação e direção dos líderes seniores, uma solução para implantar o lado técnico da adoção do Agile e uma solução para dar suporte às transições individuais no lado humano.

PRINCIPAIS FATORES PARA O SUCESSO DA TRANSFORMAÇÃO PARA O AGILE

“Ter um líder forte e disruptivo que não tenha dúvidas de que a transição funcionará e está 100% comprometido com a transição.”

 Os participantes da pesquisa identificaram quatro principais fatores para uma transformação bem-sucedida.

  1. Garantir um forte patrocínio executivo
  2. Comunicar eficazmente
  3. Treinamento em Agile
  4. Assegurar que especialistas ágeis estejam envolvidos no esforço

Os líderes seniores devem apoiar a mudança demonstrando valores, falando o “por que” o uso do Agile e reforçando a ambigüidade, eles criam consciência da necessidade de mudança. Comunicação, treinamento e acesso a especialistas são importantes, também, pois apoiam o desejo, o conhecimento e a capacidade de trabalhar em um ambiente Ágil.

PRINCIPAIS OBSTÁCULOS PARA O SUCESSO DA TRANSFORMAÇÃO EM AGILE

“Falta de conhecimento da equipe do projeto – a abordagem era nova para todos e deixava os profissionais experientes no modelo “tradicional” nervosos sobre suas próprias capacidades.”

 A Resistência à abordagem ágil foi o maior obstáculo identificado pelos participantes, juntamente com outros três pontos:

  1. Manutenção de abordagens tradicionais
  2. Falta de patrocinadores executivos fortes
  3. Medo de falhar

Resistência para Agile foi o maior obstáculo identificado, mas pode ser resolvido aproveitando as táticas de Gestão de Mudanças. O gerenciamento da resistência preventiva se concentraria em explicar o valor do Agile logo no início. O proativo identifica os pontos esperados de resistência e os aborda antes que eles tenham consequências. O reativo coloca em prática mecanismos para identificar e reagir quando já está acontecendo. As práticas de Gestão de Mudanças relacionadas à resistência abordam diretamente esse obstáculo.

O QUE FAZER DIFERENTE DA PRÓXIMA VEZ

“Já experimentei Scrum Masters como campeões ágeis para mostrar / liderar. Para especificamente treinar, ser coach, orientar e facilitar o processo. ”

 “Defina e estabeleça expectativas antecipadamente. Defina como um grupo o que o Agile é e não é, porque acredito que as pessoas têm definições diferentes. Escolha um objetivo Ágil que funcione melhor e fique com ele. ”

 Os três primeiros “o que fazer diferente da próxima vez” foram todos relacionados ao lado humano da Transformação Ágil:

  • Criar um plano de Gestão de Mudanças
  • Criar comprometimento de grupos impactados
  • Entregar mais coaching no Agile

Ao preparar, equipar e apoiar as pessoas de maneira mais eficaz em suas próprias jornadas relacionadas ao Agile, você aprimorará a adoção do Agile e obterá os benefícios de sua implantação sistemática.

O QUE MAIS VOCÊ ACHARÁ NO RELATÓRIO COMPLETO

Além de mais detalhes sobre os principais contribuidores e os principais obstáculos para a Transformação Ágil, você também encontrará resultados sobre:

  1. Aumentar o envolvimento no Agile em toda a organização
  2. Gerenciar a resistência ao Agile
  3. Avaliar a duração da sua Transformação Ágil
  4. Sustentar e fortalecer a mudança para o Agile

O QUE SIGNIFICA PARA VOCÊ

Embarcar na jornada da adoção do Agile como uma abordagem padrão requer estrutura e intenção. Como Calvin Coolidge observou, “aqueles que confiam ao acaso devem obedecer aos resultados do acaso”. A pesquisa da Prosci fornece insights e orientações concretas para os profissionais e líderes que querem se estender além da aplicação do Agile em uma iniciativa particular e realmente facilitar a cultura, a mentalidade e mudanças necessárias para internalizar e incorporar o Agile.

Faça o download do resumo executivo gratuito ou adquira o relatório completo hoje para começar a aplicar essas lições críticas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *