Gestão de Mudanças

Visão Geral do Prosci Change Triangle (PCT) Model

Desde que foi lançado pela primeira vez em julho de 2006, o Prosci Change Triangle Model – comumente conhecido como o PCT Model – ajudou inúmeras equipes de projetos e praticantes de Gestão de Mudanças a se tornarem mais eficazes, entendendo e melhorando os principais aspectos do sucesso de um projeto. O modelo descreve os quatro aspectos de uma iniciativa de sucesso e como eles se relacionam entre si. Usando o modelo e assessmentos praticantes de mudanças podem avaliar a integridade do projeto para identificar riscos e melhorar os resultados da iniciativa.

O que é o PCT Model? 

O PCT Model é uma estrutura simples, mas poderosa, que mostra os quatro aspectos críticos de qualquer esforço de mudança bem-sucedido: sucesso, liderança / patrocínio, gestão de projetos e Gestão de Mudanças. 

O sucesso está no centro do modelo e os outros três aspectos estão nos cantos: 

  • Sucesso representa o propósito de uma iniciativa ou projeto  
  • Liderança / patrocínio representa a estratégia e direção de uma iniciativa ou projeto 
  • Gestão de projetos representa o lado técnico de uma iniciativa ou projeto 
  • Gestão de Mudanças representa o lado humano de uma iniciativa ou projeto

Como funciona o PCT Model 

Para entender como o PCT Model funciona em um nível básico, é útil imaginá-lo como um banquinho de três pernas. 

Sucesso no centro 

O assento do banco representa o sucesso no centro do modelo. Definir o sucesso de sua mudança inclui identificar o motivo, os objetivos do projeto e os benefícios organizacionais. Na analogia, estão todos empilhados no assento do banquinho, que é sustentado pelas três pernas descritas a seguir. Todas as três pernas devem ser longas e fortes o suficiente para apoiar a realização dos objetivos do projeto e os benefícios desejados acumulados no assento. 

Liderança / perna de patrocínio 

A perna de liderança / patrocínio representa a direção e orientação para um projeto ou iniciativa fornecida por aqueles que têm autoridade e recursos para lançar o esforço. A liderança / patrocínio é responsável por definir os motivos de uma mudança estar acontecendo, como ela se alinha com a direção da organização e por que é uma prioridade. Essa perna também representa as decisões e ações exigidas pelos líderes para implementar e sustentar a mudança com sucesso, como fornecer recursos ou construir uma coalizão de apoio com os pares. 

Perna de gestão de projetos 

A perna de gestão de projetos representa a disciplina que aborda o lado técnico de uma mudança projetando, desenvolvendo e entregando a solução que resolve um problema ou aborda uma oportunidade, dentro das restrições de tempo, custo e escopo. O processo de mudança pode ser sequencial, iterativo ou híbrido – mas, em qualquer caso, a perna de gestão do projeto deve ser saudável o suficiente para suportar o assento. 

Perna de Gestão de Mudanças  

A perna de Gestão de Mudanças representa a disciplina que trata do lado humano da mudança, permitindo que as pessoas se envolvam, adotem e usem a solução. Ao compreender o que a mudança significa para o trabalho das pessoas e como elas navegam ou lutam com a mudança, a perna de Gestão de Mudanças oferece suporte para a entrega de resultados bem-sucedidos por meio das pessoas que devem adotar a solução em seu trabalho diário.

Um PCT desequilibrado cria um banquinho instável

Como um banquinho de três pernas, um projeto que está faltando em um dos aspectos do Prosci PCT Model fracassará. Se a perna for muito curta, o projeto oscilará – fazendo com que os benefícios “deslizem” do assento. Sem liderança e direção, um projeto pode lutar para permanecer uma prioridade e se perder entre os vários projetos da organização. Sem uma abordagem sólida de gestão de projetos para o lado técnico, um projeto pode não entregar a solução necessária para atender à necessidade ou oportunidade. E sem uma abordagem de Gestão de Mudanças sólida para o lado humano, os colaboradores nunca podem abraçar, adotar e usar a solução – resultados reduzidos.


Como os cantos do PCT Model se relacionam

Além dos cantos e do centro do PCTModel – os quatro aspectos do PCT – é fundamental entender os lados do triângulo que conectam os cantos. Esses lados representam como os três aspectos principais se conectam e funcionam com as outras disciplinas durante uma mudança.

O aspecto liderança / patrocínio desempenha um papel em dois níveis. No nível organizacional, os líderes são responsáveis ​​por criar a visão e a estratégia para o rumo que a organização está tomando. No nível do projeto, os líderes devem mostrar como um projeto ou iniciativa se alinha e apoia essa direção organizacional.

Para que qualquer mudança seja bem-sucedida, a liderança / patrocínio deve participar tanto das decisões (a conexão com a gestão do projeto) quanto das ações (a conexão com a Gestão de Mudanças).

Decisões de liderança 

O lado Decisões de Liderança do PCT Model representa a relação entre liderança / patrocínio e a gestão do projeto. Isso conecta as decisões que os executivos tomam ao projeto, escopo, cronograma e recursos para a mudança. Observe que os líderes e patrocinadores normalmente se sentem confortáveis ​​ao tomar tais decisões porque já consideram a tomada de decisão como parte de seu papel. 

 

Ações de liderança 

As Ações de Liderança destacam a relação entre os aspectos de liderança / patrocínio e Gestão de Mudanças do modelo. Isso envolve garantir que os líderes / patrocinadores desempenhem as três funções críticas exigidas para o sucesso do projeto. Saindo de anos de pesquisa sobre o papel do patrocínio na promoção do sucesso da mudança, a Prosci refere-se a eles como o ABC do patrocínio: 

  • A (Actively and visibly participate) – Participar ativa e visivelmente do projeto 
  • B (Build a coalition of support) – Construir uma coalizão de apoio 
  • C (Communicate directly with employess) – Comunicar diretamente com os colaboradores 

Quando a Gestão de Mudanças é nova para um líder ou patrocinador, ou quando eles precisam de esclarecimento sobre seu papel, é função do praticante de mudança fornecer treinamento e suporte para permitir que ele cumpra seu papel com sucesso. 

 

Abordagem integrada 

A abordagem integrada refere-se à relação entre a gestão de projetos e Gestão de Mudanças no PCT Model. Isso inclui três dimensões de integração: pessoas, processos e ferramentas. 

Pessoas descreve quem faz o trabalho, processo descreve como o trabalho é feito e ferramentas descreve o que usamos para fazer o trabalho. Observe o posicionamento deliberado de “pessoas” no lado de gestão de projetos para lembrar as equipes de projetos da importância da integração com o lado humano de uma mudança. Da mesma forma, “processo” está localizado no lado da Gestão de Mudanças para destacar a importância das atividades de gestão de projetos para os praticantes de mudança. As iniciativas que executam a gestão de projetos e a Gestão de Mudanças por meio de uma abordagem integrada são mais bem-sucedidas. 

Aplicar o PCT Model com o PCT Assessment 

Além de compreender as implicações do PCT Model como estrutura, as equipes podem aplicar o Assessment PCT da Prosci para posicionar o projeto para o sucesso, medindo a integridade nos quatro aspectos críticos do modelo em um determinado momento. 

O Assessment PCT orienta o usuário por meio de três atividades principais em ordem lógica: avaliação, análise e ações a serem abordadas. A avaliação permite que os profissionais de mudança identifiquem e tratem de riscos ou pontos fracos específicos da iniciativa. Se os resultados revelarem que um projeto é fraco em qualquer um dos quatro aspectos do PCT Model, o projeto terá dificuldades ou fracassará. No entanto, o aproveitamento dos resultados da avaliação e da análise resultante permite que a equipe desenvolva ações direcionadas para abordar essas deficiências. E, quando aplicadas corretamente, as pontuações do Assessment PCT são um forte indicador do potencial para uma implementação bem-sucedida. 

Qualquer membro qualificado da equipe de Gestão de Mudanças, equipe de projeto, liderança sênior ou líder de negócios afetados podem conduzir um Assessment PCT. O que importa é que você conduza uma avaliação inicial para estabelecer uma linha de base. Realizar a avaliação novamente em pontos-chave durante o projeto revela se as pontuações estão melhorando com o tempo e onde é necessária atenção. Após cada avaliação, as equipes de mudança devem criar um conjunto de planos de ação para melhorar o desempenho onde as pontuações são baixas. 

Valor do PCT Model 

O PCT Model e o Assessment PCT oferecem valor às equipes de projeto e mudança de várias maneiras: 

  • Uma compreensão compartilhada do PCT Model fornece às equipes de projeto uma linguagem e contexto comuns para os quatro aspectos de uma mudança bem-sucedida. 
  • O PCT Model posiciona a contribuição única da Gestão de Mudanças em relação à gestãode projetos e liderança / patrocínio em um relance, bem como em profundidade. 
  • A aplicação do modelo e do Assessment PCT permite que as equipes avaliem a integridade de uma iniciativa em um determinado momento para identificar os principais riscos. Por meio da aplicação repetida ao longo do ciclo de vida da iniciativa, o modelo e o assessment permitem que as equipes avaliem o progresso e melhorem a saúde da iniciativa com intervenções informadas. 
  • Alavancar o modelo e o assessment permite que as equipes identifiquem as competências e lacunas organizacionais, avaliando os resultados da avaliação de vários projetos. 

Melhorar os resultados do projeto 

Projetos saudáveis ​​têm quatro aspectos em comum: uma definição clara e compartilhada de sucesso, orientação e direção dos líderes, uma solução técnica bem entregue e a adoção dessa solução pelas pessoas afetadas. O Prosci Change Triangle, PCT, captura esses quatro aspectos e torna suas inter-relações claras. O Assessement PCT amplia o valor do modelo, fornecendo às equipes uma ferramenta de diagnóstico para avaliar a integridade do projeto e da iniciativa, identificar riscos e possibilitar ações. Profissionais de mudanças, gerentes de projeto e líderes podem usar este modelo simples, mas poderoso, para melhorar os resultados de projetos e iniciativas. 

Deixe um comentário