Gestão de mudanças para profissionais de RH

Tempo de leitura: 3 minutos

“A nossa planta vem trabalhando no gerenciamento de um projeto de ‘mudança de cultura’. Investimos milhares de horas planejando e desenvolvendo a estratégia. Se tivéssemos tido a oportunidade de receber o ‘treinamento de gestão de mudanças’ da Prosci e usar as ferramentas disponibilizadas antes de começar este projeto, teríamos economizado a quantidade de horas e de dinheiro gasto em pelo menos 50%.”

– Jose Gonzales, LEAR, Diretor de Recursos Humanos

Baseado na pesquisa de melhores práticas da Prosci, o que as empresas mais fariam de forma diferente durante a implementação de mudanças decisivas em seus processos, sistemas ou cultura é: utilizar um programa de gestão de mudanças bem planejado e efetivo.

Problema

Pesquisas atuais indicam que a gestão de mudanças, quando não introduzida no início do projeto, geralmente cai sobre a área de Recursos Humanos. Os gerentes de projetos, líderes de equipes e executivos são conhecidos por se esquecerem do “lado humano da mudança”. A área de RH, então, se torna o único defensor, além de única parte dedicada a este lado. E assim são convidados no meio ou final do projeto para magicamente criar paz em meio ao caos.

Solução

A gestão de mudanças se torna exponencialmente mais difícil quanto mais não for realizada. Porém, a metodologia da Prosci possibilita avaliar o controle de danos, fazer o melhor ajuste de uma situação mal planejada e estar de volta aos trilhos. O ponto vital para o RH, assim como para as outras partes envolvidas, é a importância extrema de conseguir um “lugar à mesa” para o RH no início de qualquer grande projeto.

A gestão proativa de mudanças torna o trabalho de todos mais fácil e bem-sucedido. Uma vez que o RH está presente em um projeto (seja no início, meio ou fim), ele deve saber como iniciar e gerenciar o lado humano da mudança. “Gestão de mudanças é a peça que falta para transformar boas ideias em sucesso para a organização”.

O RH é o catalisador necessário para apresentar e implementar a gestão de mudanças em seu estágio mais efetivo: bem no início. É importante que essa área entenda este tipo de gestão e as maneiras de utilizar seus recursos.

Como

Como o RH vai desde a apresentação até a geração de adeptos à gestão de mudanças no início de um projeto? É essencial que os profissionais de RH, primeiramente, entendam sobre gestão de mudanças e obtenham os recursos e informações para se tornarem conhecedores do assunto.

A maneira mais efetiva e produtiva de conseguir “um lugar à mesa” no início de qualquer projeto é demonstrar para as pessoas por que a gestão de mudanças é importante para elas. Utilizar a gestão de mudanças como sua estratégia para responder essas questões não só traz adeptos como também, por fim, lhe dará o desejado “lugar à mesa”.

Por que gestão de mudanças

Sem a gestão de mudanças, os projetos encontram resistência dos empregados e dos líderes. Pesquisas apontam que o maior obstáculo da gestão de mudanças é a “resistência dos empregados”. Essa oposição impacta a equipe de projetos e seu sucesso. O RH pode desempenhar um papel crucial na gestão dessa resistência e ajudar o time a alcançar o sucesso.

Estratégia

  • Torne-se confortável e imerso no campo de gestão de mudanças.
  • Acredite na causa.
  • Apresente o campo de gestão de mudanças e o lado humano, além de esclarecer a definição. Tenha certeza de que as outras pessoas sabem a diferença entre gestão de mudanças – lado humano – e gestão de mudanças de TI.
  • Use as melhores práticas para mostrar a importância da gestão de mudanças e como isso pode contribuir para o sucesso do projeto.
  • Seja um recurso provendo às pessoas material de leitura e permitindo-lhes tomar o tempo necessário para fazer perguntas.

certificacao-people-change

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *