Gestão de Mudanças

04 maneiras de criar melhores resultados de mudanças com pesquisas e dados

Uma das minhas armas secretas para melhorar os resultados organizacionais como Consultor de Mudanças são os dados. Como parte de nosso papel como profissionais de mudança, avaliamos, medimos e acompanhamos regularmente o progresso por meio de vários pontos de dados. Mas, para mim, a necessidade de dados começa mais cedo do que isso, à medida que crio compromisso e apoio à gestão de mudanças em projetos, ajudo outras pessoas a entender a gestão de mudanças e muito mais.


Aprofunde-se nas Melhores Práticas em Gestão de Mudanças da Prosci, incluindo os principais contribuidores para o sucesso da mudança, em nosso thought leadership article.

Baixar PDF


 

O valor dos dados na gestão de mudanças

A Pesquisa de Melhores Práticas em Gestão de Mudanças Prosci compartilha o que as pessoas na disciplina estão fazendo, os desafios que enfrentam e os sucessos que estão alcançando. O rigor por trás dos dados também ajuda a tornar a gestão de mudanças menos “soft”, permite que os profissionais de mudanças enquadrem o trabalho que fazemos de forma mais concreta, a adoção e o uso em termos de negócios.

Como Engagement Leader e membro da equipe de Advisory Services da Prosci, ajudando clientes e organizações a desenvolver recursos de mudança, alavanco as melhores práticas em dados e insights de gestão de mudanças de quatro maneiras distintas:

1.   Construindo compromisso e apoio

Extrair informações diretamente do relatório para influenciar os stakeholders, seja dentro da equipe do projeto ou com os líderes seniores, é uma maneira comum de usar os dados. Costumo compartilhar a correlação entre gestão de mudanças altamente eficaz e projetos que chegam no prazo, dentro do orçamento e atendem ou excedem os objetivos. Este gráfico é especialmente persuasivo quando você está tentando obter suporte para um recurso dedicado para atuar no papel de gerente de gestão de mudanças. Ainda mais importante, esses dados podem ser uma força motriz para a construção de suporte para gestão de mudanças como um recurso corporativo. Ao falar com líderes seniores, isso aborda o que eles mais se preocupam na linguagem que eles entendem.

2.    Construindo compreensão e capacidade em outras pessoas

Impulsionar mudanças bem-sucedidas em indivíduos e organizações requer novas formas de pensar, novos modelos e novas ferramentas. É preciso educação para construir tanto a compreensão quanto à capacidade. Conforme observado nas Melhores Práticas em Gestão de Mudanças – 11ª Edição, o pouco entendimento sobre gestão de mudanças – o que é e o que não é – é um desafio contínuo para a disciplina. Para resolver esse problema, a primeira coisa que tento fazer em cada projeto é garantir um nível de entendimento com determinados grupos que apoiarão a mudança. E eu me volto para a pesquisa para ter certeza de que estamos todos na mesma página. Por exemplo, com gerentes de projeto, costumo falar sobre a integração de projetos e gestão de mudanças, bem como as etapas e conselhos para alinhamento e papéis.

 

Os patrocinadores executivos e a coalizão de patrocínio muitas vezes também precisam construir sua própria compreensão e capacidade de mudança. A pesquisa inclui ótimos insights sobre o que é necessário para ser um patrocinador eficaz de mudanças, incluindo características de patrocinadores eficazes, as atividades mais críticas e erros comuns a serem evitados. Entre os entrevistados da pesquisa, aqueles com um patrocinador muito eficaz tinham duas vezes mais chances de atingir ou superar os objetivos do projeto do que aqueles que tinham patrocinadores muito ineficazes. Os dados mostram claramente que é necessário um grupo para apoiar na construção de sua capacidade de mudança.

3. Construindo soluções para o cliente

Ao trabalhar em iniciativas de transformação, quase sempre compartilho a Pesquisa de Melhores Práticas em Gestão de Mudanças para orientar os clientes e ajudá-los a criar soluções.

Se você faz gestão de mudanças recentemente, sabe que é comum as empresas superestimarem o quão fácil é para os indivíduos adotarem a mudança e subestimarem a quantidade de tempo, energia e suporte necessários para obter o retorno do investimento de iniciativas de mudança. As descobertas do relatório sobre recursos e estrutura de equipe são particularmente úteis nessas áreas, oferecendo insights para equipes que lutam para avaliar a quantidade de suporte necessária e determinar como deve ser a estrutura de suporte para relatórios de mudanças.

As organizações também podem subestimar o nível de habilidade necessária para gerenciar a mudança com eficácia. A pesquisa de benchmarking inclui melhores práticas e critérios muito específicos para identificar quem dentro de uma empresa pode ser um bom candidato para se tornar um profissional gestão de mudança. Costumo compartilhar esses dados com stakeholders para ajudar a moldar sua base nos projetos.

Também vejo com frequência profissionais de gestão de mudança com acesso zero ou muito limitado ao patrocinador. Quando esse é o caso, eu me refiro a eles para a pesquisa sobre acesso de patrocinadores e eficácia da gestão de mudanças.

4       Construindo inspiração e capacidade pessoal

Muitas vezes encontro inspiração e maneiras de construir minha própria capacidade de mudança nas páginas dos relatórios de Melhores Práticas em Gestão de Mudanças. Uma coisa que aumentou minha criatividade no último relatório é o capítulo sobre patrocínio. Este capítulo pode ser usado de muitas formas. As informações sobre os desafios do patrocinador oferecem dados e insights particularmente úteis sobre possíveis adaptações para remediação quando seu patrocinador está no nível errado (muito alto ou muito baixo) para ser eficaz ou não tem tempo e recursos, ou mesmo quando os patrocinadores delegam seu papel e responsabilidades para outra pessoa.

Para encontrar sua inspiração e identificar áreas para o desenvolvimento de sua capacidade, recomendo começar com uma análise profunda do relatório – realmente reserve um tempo para absorver as informações, fazer anotações e marcar números e gráficos específicos que você pode querer manter na ponta dos dedos. Eu prometo que você será inspirado a pensar criticamente sobre como você está engajando seus patrocinadores e apoiando-os em seu papel com táticas muito específicas.

Quanto ao meu próprio crescimento, estou mais inspirado pela Parte 4: Adaptando e Alinhando a Gestão da Mudança. Esta seção abrange tudo, desde considerações culturais até gestão de portfólio. Um capítulo particularmente útil oferece insights acionáveis para navegar em tipos de projetos específicos que tornam a gestão de mudanças complexa, como mudanças que abrangem amplas áreas geográficas ou mudanças com pouco ou nenhum WIIFM (“What Is In It For Me” ou “O que eu ganho com isso”). À medida que me aprofundo neste conteúdo, estou delineando onde quero passar algumas experiências e desenvolver minhas próprias habilidades.

Melhores Práticas em Gestão de Mudanças

A pesquisa da Prosci compreende o maior corpo de conhecimento sobre gestão de mudanças no mundo. Com base sólida nas Melhores Práticas em Gestão de mudanças – 11a edição, adiciona insights e dados modernos ao seu kit de ferramentas de gestão de mudanças, para que você possa ajudar as pessoas em sua organização a entender a importância da gestão de mudanças, os papéis que devem desempenhar e como construir capacidades de mudança eficazes. A pesquisa também equipa e capacita você como profissional, aprimorando suas capacidades crescentes como líder de mudança

Escrito por


Susanne Puett

Susanne Puett é Senior Change Advisor e Engagement Leader com mais de 15 anos de experiência em Gestão de Mudanças Corporativas e desenvolvimento organizacional. Antes de ingressar na Prosci, Susanne atuou como Diretora de Gestão de Mudanças Organizacionais da Crowley Maritime Company, onde gerenciou e liderou a estratégia e implantação de programas e iniciativas em toda a empresa. Hoje, Susanne inspira os clientes da Prosci a construir seus próprios recursos de mudança duradoura por meio de orientação, coaching e desenvolvimento de habilidades.

Deixe um comentário